Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Mães (Im)Perfeitas - A Bruxinha

A primeiríssima convidada a abrir esta rubrica é A Bruxinha, doravante tratada por Cunhada.

Olá sou a Sara, mais conhecida por Bruxinha, tenho um pirralho com 4anos, o David, que irá ter um irmão (a), tratado por Bebé. Trabalho na maior empresa deste país! Sou desempregada, mas coletada como vendedora ambulante, trabalho na época de produtos agrícolas, cá na terra. Também faço feiras de artesanato cá na zona. E mais mil e uma coisa... E gosto (sou obrigada) de fazer cárdio...

 

 

Cunhada, diz-me cá que ninguém nos ouve, qual foi a pior birra que o meu sobrinho te fez?

 

O David nunca foi muito de fazer birraaaaa, birraaaaa, mas dá-lhe os cinco minutos... Lembro-me de uma vez,ele armar circo no Pingo doce e o marido só dizer para me despachar que era uma vergonha!  O bebé também já gosta de fazer a sua birra! Não quer cá apertos no espaço dele. O papy põe a mão por cima e lá dá ele de frosques para o outro lado...

 

Homens! Sempre com medo da vergonha! E tu, como lidas com a teimosia infantil?

 

Eu lido bem. Chora? Deixa chorar, quando quiser cala-se!

 

E não tens medo que fique traumatizado? Pobre criança... Como esperas que te recorde?

 

Como uma boa mãe, com os seus defeitos, mas que reconheçam o que faço/farei por eles, um dia...

E não, não tenho medo que fique traumatizado. :P

 

A maternidade é uma experiência do caneco. O que tens aprendido com ela?

 

Tenho aprendido:

1 O amor verdadeiro, o mais puro que poderemos ter;

2 Passam - nos a perna com facilidade, sabem chantagear (mas nós até gostamos....);

3 Só dizem que somos lindas quando lhes interessa;

4 Não dá para viver sem eles.

 

Estás novamente grávida, tens um puto com quatro anos e pico, como está a correr a adaptação dele ao maninho?

 

A adaptação foi fácil, está tudo a correr bem. O David super contente, mas prefere uma irmã, para menino diz ele que já chega ele. E confesso que até me esqueço (agora) que estou grávida, está a passar rápido...

 

És desempregada, é certo, mas uma mulher em casa também trabalha, também tem rotinas... Tens algum segredo especial na gestão do tempo?

 

Não tenho segredo, só tento ter tudo organizado ao máximo para o dia seguinte. Mochilas prontas (filho e marido), saco de ginásio pronto (nos dias que vou), deixo roupa já em cima das cómodas. Tudo adiantado para, na manhã seguinte, ser mais fácil. Que nunca é, o miúdo adora ser lesma a tomar o pequeno almoço. Se quero sair de casa às 8:30h às 7:15h tem de estar tudo fora da cama. E a partir das 19h é tratar dele, banho, jantar... Uma correria.

 

Como te compreendo! Para além de todos os momentos, de todas as birras, de tudo o que se aprende, há algum episódio que te marcado?

 

O único que me marcou, assim a sério, foi quando, com meio ano, teve de ser internado, com uma infecção urinária. Foi horrível, tivemos lá 7 dias. Ver a dor dele, os berros sempre que era picado... Não me aguentei numa das vezes e desatei lá a chorar... Tive largos meses que aquele choro não me saia da cabeça... Ficou mesmo marcado.

 

Imagino... O meu fez análises ao sangue na última ida à urgência e horrível.

Já estamos quase a terminar, mas antes gostaria que tentasses definir a maternidade numa só palavra.

 

Hmmm, só numa não consigo, mas duas sim: amor verdadeiro.

 

Por fim, tens alguma dica para futuros pais?

 

A dica útil que posso deixar é NÃO HABITUAR AO COLO! De dia, sempre que dormirem, nada de silêncios nem escuro, enquanto muito bebés, senão trocas os sonos.

Acho que estas dicas são preciosas, eu seguias à risca e recomendo! ;)

 

Obrigada pela conversa Cunhada!

Para a semana, há mais.

No mesmo sítio, à mesma hora.

 

 

 

39 comentários

Comentar post