Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Dúvidas de uma descrente

Antes de continuar, deixem-me esclarecer: isto não tem carácter ofensivo, insultuoso ou desvirtuoso. Cada um acredita no que quer, como quer e terá fé no que lhe faz mais sentido. Se são religiosos, se respondem defensivamente a qualquer pergunta, talvez seja melhor não continuarem.

 

Não sou crente. Não tenho qualquer espécie de fé em Deus, em nenhum deles, e muito pouco me dizem as estátuas erguidas em nome de santos. No entanto, gosto de religião. Gosto de saber o que deu origem a quê, quem formou o quê, em que acreditam, porque acreditam e em quem acreditam. Sei que parece um contra senso, mas sou mesmo assim, tenho infinita curiosidade e a religião é apenas uma das áreas que me cativa. Sucede que tenho uma dúvida, à qual ainda ninguém conseguiu responder (relembro que, apesar de laico, vivemos num país maioritariamente cristão, onde predomina a religião católica): Afinal, quem é Fátima? Não revirem já os olhos de fastio, é uma pergunta genuína e que merece uma resposta fácil.

"Nossa Senhora é a mãe de Deus nosso senhor" - é quase sempre a resposta que obtenho.

Por partes: vou assumir que, por Deus Nosso Senhor, esteja implícito Jesus e não Deus efetivamente (isso já nos levaria a outros cadernos...): então, mas o nome da senhora não era Maria? Afinal, era Maria ou Maria de Fátima? Maria de Fátima não faz sentido nenhum, quando muito poderia ser Maria de Belém, mas às tantas era confundida com a primeira dama e não dá jeito, que já se sabe que não mistura religião com poder político (pois...). Mas já estou a divagar. Estão a perceber a minha dúvida? Ok, há montes de Santos que ninguém conhece nem lhes sabe a história, mas rapidamente se percebe o que lhes deu origem. E Fátima? É nossa senhora. Que também é Maria. Mas que não era Maria de Fátima ou Fátima Maria. Não é estranho? E mais estranho é num país onde o nosso vizinho, mesmo sendo não praticante (pois, de novo...), se declara católico, frequentou, pelo menos, 4 anos de catequese, e nunca de lembrou de perguntar qual era afinal o nome completo da Santa! O mais certo era espetarem-lhe com um "Palavra do Senhor" em jeito de "Tá calado moço que aqui ninguém pergunta. Acreditas e mai nada", tão bem conhecido do nosso clero. E não me venham dizer que não é assim. Já fiz esta pergunta ao padre da freguesia e o tive como resposta "os caminhos do Senhor são insondáveis". Pumbas, vai mas é para casa estudar matemática que isto da religião é muito difícil para miúdas e não queremos cá perguntas. 

Portanto, continuo na minha ignorância (verdade que ainda não pesquisei a fundo, de certeza que há alguma explicação, algures): Quem é Fátima? 

12 comentários

Comentar post