Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Cunhadices take III e IV

Já vos foi relatado parte do episódio na caixa de pagamento da primark, mas falta a parte mais emocionante - e embaraçosa.

 

Quando vou às compras, tenho o hábito de levar dinheiro. Faço um cálculo mental do que vou gastar e levo guito com margem para uma ou outra coisa. Durante as compras vou calculando (homem se leres isto, é mesmo verdade, aprendi contigo;) o custo das peças que ponho no cesto e, regra geral, do dinheiro que levo ainda sobra.

O problema meus amigos, foi a primark estar carregada de pechinchas. Era tudo a três e quinhentos, tudo a preço vermelho e tudo apetecível. Ali a meio da demanda, perdi-me nas contas (olha a novidade), mas achei sempre que a cheta chegava.

Pois que não chegou.

Faltava guito.

E não, não tinha cartão multibanco. Estava bem guardado no bolso da minha bata, na loja.

Estávamos em caixas separadas - eu e a Cunhada - pelo que perguntei ao funcionário se poderia aguardar um minuto, o tempo que ela demoraria a chegar à minha beira.

- Olha ó Cunhada, preciso que me orientes aí cheta, faltam-me uns trocos e deixei o cartão na loja.

- Ah, mas eu não tenho dinheiro. Tenho cartão.

Não assimilei a última parte. A parte do "não tenho dinheiro" ficou em eco no meu cérebro.

Como raio tinha vindo ela sem dinheiro às compras?! Acaso esperava que lhas pagasse?! Oh, valham-me os deuses...

- Ela está a brincar. Ele tem dinheiro. - digo eu para o funcionário, enquanto lhe pergunto novamente - Não tens?

- Não Caracol, não tenho. Mas tenho cartão.  

Por esta altura, já não ouvia nada. Fiz rapidamente uma lista mental do que levava de forma a poder selecionar o que poderia deixar ficar na caixa.

Que vergonha.

No meio deste meu transe, vejo um cartão a passar da Cunhada para o caixa.

- Eu disse-te que não tinha dinheiro. Em notas. Mas tinha multibanco. Trenga pá! Ou achas que vinha às compras sem dinheiro?

Olha, por acaso....

Claro que tive que pagar com juros, que a Cunhada é pior que o Salgado, mas pelo menos não tive que escolher por entre os bens de primeira necessidade que levava.

Para hoje, acordamos uma foto à palhacitas:

19515487_qz8sU.jpg

A croma com o prémio mais fixe de todo o sempre.

5 comentários

Comentar post