Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Caracol

Blogue com informação crucial à sobrevivência.

Chocas, uma arte em vias de extinção


Desenganem-se aqueles que pensam que este será um texto dedicado às pessoas "chocas" (antipáticas ou assim-assim, para quem nunca ouviu o semelhante), não meus amigos, aqui a Caracol não é má língua!
Só se não puder... :-P
Hoje, venho dar-vos a conhecer aquela maravilhosa e ancestral arte de enrolar papeizitos.
Não sei porque razão, alguém da família decidiu batizar essa habilidade com este nome. Não compreendo mesmo, a razão de um nome tão depreciativo para uma tão digna aptidão! Não se trata somente de enrolar papeis para passar o tempo, ou ter as mãos entretidas, nada disso, há todo um saber em volta das Chocas. Saber esse que passo a partilhar convosco, para que compreendam, finalmente, o papel dos praticantes desta arte na nossa sociedade.
Para começar, é necessária destreza manual para conseguir enrolar o papel. Não é qualquer pessoa que pega num qualquer talão e desata a enrola-lo como se não houvesse amanhã! É preciso treino, prática e paciência para adquirir a perícia necessária. Neste momento, só conheço uma Choqueira-mor (o último grau da Choqueirice) consegue enrolar qualquer talão, independentemente do tamanho e em diversos formatos. Começou muito nova, aí por volta dos 3 anos, aos 12 já enrolava todo o papel que lhe viesse parar às mãos, um autêntico prodígio!
Depois de desenvolvida a perícia necessária, é possível enrolar quase todos os tipos de papéis: talões de compras, de multibanco - os mais espessos são mais difíceis!- etiquetas da roupa, tiras que protegem a cola dos envelopes... É só escolher!
Mas, perguntarão vocês, qual é o objectivo?
Regra geral estes papéis vão para o lixo numa bola amarrotada e sem graça. As chocas, podemos afirmar, embelezam e compactam o cesto do entulho. Por exemplo, no meu carro, esse antro de talões perdidos e esquecidos em qualquer canto, estão em cima do tablier 3 choca feitas com talões do pingo doce. Parecendo que não, é muito mais minimalista e estético do que 3 bolas amorfanhadas...
Além da função clara de limpeza estética de tudo quanto é cesto de papel, carteiras, carros e afins, as Chocas são muitíssimo apreciadas pela pequenada! O que comprova, logo à partida, a sua importância na vida atarefada dos pais.
Neste momento, somos poucos choqueiros, pelo que temo pelo futuro desta arte embelezadora de entulho e entristece-me que não se lhe dê o devido valor. É imperioso que mais pessoas se juntem a nós,  para que as Chocas  continuem a existir e encantar qualquer cantinho com um papel esquecido.
Não sei se há por aí mais Choqueiros, se os houver acusem-se e unamo-nos por um futuro, quiçá recompensado!, desta magnífica arte!

2 comentários

Comentar post