Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Caracol

Blogue com informação crucial à sobrevivência.

Apostamos?

Vi esta manhã aquele que julguei ser o último episódio de Walking Dead. Fiquei deveras zangada, não se termina assim um episódio, no meio de balas perdidas, sangue desconhecido, pessoas perdidas. Se me mandassem esperar até outubro para saber o que aconteceu, teria que virar para as unhas dos pés, as das mãos jamais aguentariam tanto mês sem apocalipse. Mas eis que, quando já tinha este post alinhavado, percebo que não, que afinal só temina para a semana e com um episódio de 90 (NOVENTA!) minutos.

No entanto, o que para aí não falta são teorias e a Caracol também tem as suas.

Lançamos os dados?

 

Cenário 1

 

O Daryl morre.

Não especulamos mais nada, a morte de semelhante artista é uma tragédia completa, o resto do episódio será visualizado por entre torrentes de lágrimas e esgotaremos o stock de lenços de papel.

 

Cenário 2

O sangue é do outro fulano.

Não consigo perceber quem terá disparado, mas aposto todas as fichas no Morgan. Ou na Carol. Pensando melhor, aposto na Carol.

Dá-se um combate épico, onde todos regressam felizes - e a precisar de um bom banho - a Alexandria.

 

Cenário 3

Aquele que me parece mais provável.

O sangue é do Daryl, que será atingido numa zona não letal, o que lhe permite dar uma valente coça a uns quantos sacanas.

O Morgan junta-se à festa, perde o paleio de pregador (que tanto aprecio) e ajuda no resgate da malta, ou não perde o paleio de pregador e leva os moços para a cave, numa tentativa de os reconverter em humanos.

A Carol morre, para grande pena minha. Que mulher caraças! Viram como limpou o sebo aqueles bandamecos? Poderosa, a Carol. Uma pena se deixar de existir.

Não esqueçamos Alexandria:

A Magigie perde a criança, parece-me um fado certinho.

O gajo que se safou às balas da Carol está na bagageira do carro de Rick e vai dar-lhes que fazer, escutem o que vos digo, que já vejo isto há anos.

 

E então, apostamos?

 

Um pequeno aparte: será que o grupo de Rick é o "bonzinho"? É uma pergunta que me atormenta desde que decidiram limpar o sebo aos Salvadores, sem mais nem porquê. Ok, eu percebo a questão da sobrevivência, mas matar assim, a sangue frio, só pelos mantimentos, parece-me... Mau. Errado. Porque no fundo, quem tem razão é o Morgan quando prega que toda a vida é preciosa.

 

 

 

20 comentários

Comentar post