Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Caracol

Um blogue pseudo-humoristico-sarcástico. #soquenão #ésóparvo

Atletas Anónimos - A Magda

A Magda veio até este tasquinho dar duas de letra sobre desporto e exercício físico. Trouxe, como sempre, a boa disposição e o sentido de humor. Ora atentai no que ela tem para nos dizer: 

 

Há quanto tempo frequentas o ginásio e porque começaste?

Comecei a ir ao ginásio em Dezembro do ano passado. Não porque goste ou porque me apeteça especialmente mas porque tive uma rotura muscular no psoas e, esgotadas as possibilidades da fisioterapia me fazer melhorar mais, o fisiatra recomendou-me fortalecimento muscular para ajudar.

Que melhorias significativas trouxe ao teu dia a dia?

Já consigo atravessar uma avenida a falar ao telefone (sem estar a arfar no fim), já me canso menos quando ando dum lado para o outro. Ainda há um longo caminho a percorrer (e a rotura ainda me vai dando sinais de que não está tudo a 100%) mas lá chegaremos.

Podemos falar de números? Quanto pesavas antes de iniciares e agora?

Como te disse, não fui ao ginásio para perder peso para isso comecei a ser seguida pela Dra Simone, a melhor nutricionista deste mundo e arredores que entendeu, na perfeição, as minhas manias, o facto de ter alguns constrangimentos por causa da doença de Chron e outros causados pelos meus horários. Comecei as consultas em Setembro (pouco tempo depois da famigerada rotura) com pouco mais de 129 quilos. Na última consulta tinha 124 quilos.

Além do exercício, também mudaste a alimentação. É algo que fazes com sacrifício ou já te habituaste?

A mudança na alimentação foi muito fácil. Precisamente porque a minha nutricionista (já te disse que acho que ela é a melhor do mundo?) me entendeu e percebeu – tal como eu – que mudanças excessivamente radicais, demasiado restritiva e exigente estaria condenada ao insucesso. Ambas optamos por um sistema que me permite perder peso devagarinho, sem stress, sem excessos, mas, acima de tudo, de forma consistente e coerente. Um ou dois quilos por mês é o suficiente porque os que perder agora não os quero recuperar.

Sempre gostaste de desporto ou só consideravas a leitura (como eu) como peso?

Ora bem, como resposta a esta pergunta, conto-te a resposta da minha tia quando soube que eu tinha começado a ir ao ginásio: só podes estar a gozar comigo Magda. Não acredito nisso. Só se for lá ver ou se me mandares alguma foto. E mesmo assim pode ser montagem.

Caracol, aos quatro anos (e há provas!) os miúdos corriam no ginásio e eu andava devagarinho atrás deles. Qual é a criança que o faz com esta idade? Eu! A maior preguiçosa que possas imaginar.

O meu desporto favorito sempre foi, e ainda é, a leitura.

Tens algum objetivo estipulado para este ano?

Correr a maratona de Boston!.

Mentira… Não tenho qualquer objectivo. Quero perder peso calmamente, continuar o fortalecimento muscular com calma e ir aumentando, muito gradualmente, o esforço feito no ginásio. E, acima de tudo, tentar ao máximo não arranjar desculpas para deixar de ir ao ginásio.

Imagina que do outro lado tens alguém imensamente sedentário que nos lê enquanto absorve um pacote de bolachas com petitas de chocolate. Como tentarias convencer a ir contigo ao ginásio?

Deixe lá as pepitas de chocolate, essas bolachas não prestam! Coma bolachas sem chocolate que são bem melhores. Ah, era para ir ao ginásio?... hum, vamos lá pensar. Se eu comecei a ir, toda a gente consegue ir. Não precisa de ir todos os dias, não precisa de lá passar horas a fio. Devagarinho e com calma tudo se faz. E pode continuar a comer uma ou outra bolachinha. Só não convém comer enquanto anda na passadeira. Ou na elíptica.

 

Obrigada Magda e boas corridas! :P

5 comentários

Comentar post